Tecnologia / Inovação

Óculos especial

Polícia chinesa usa ‘óculos inteligentes’ para identificar pessoas

Basta que o policial olhe para alguém para acessar as informações daquela pessoa; sistema ajuda a encontrar foragidos, mas também pode prejudicar cidadãos inocentes

Brasileiros em Harvard explicam convite a Anitta: ‘Superação’
9 de Fevereiro de 2018
O Tesla da SpaceX vai acabar só o pó, mas será roubado antes
14 de Fevereiro de 2018

Share on FacebookPin on PinterestShare on Google+Tweet about this on Twitter

A polícia chinesa começou a utilizar óculos equipados com tecnologia de reconhecimento facial para identificar criminosos procurados pela lei. Os aparelhos estão conectados remotamente a um banco de dados de suspeitos, o que significa que os agentes da lei podem encontrar fugitivos no meio de multidões. A tecnologia já auxiliou a polícia a capturar sete bandidos, de acordo com a imprensa estatal. Os sete eram acusados de crimes que iam de fugir de um acidente de carro até tráfico humano.

Os policiais também já puderam identificar 26 pessoas que utilizavam identidades falsas, segundo a imprensa chinesa. O sistema tira fotos de indivíduos e compara com o banco de dados disponível – em caso de ‘match’, dados pessoais (como nome completo e endereço residencial) são mostrados para o oficial.

A China é líder mundial em tecnologia de reconhecimento facial e monitoramento em grande escala: tem 170 milhões de câmeras de circuito fechado, e deve instalar mais 400 milhões nos próximos três anos.

Críticos da medida acusam a tecnologia de oferecer ainda mais poder às autoridades, que poderiam perseguir dissidentes políticos e até mesmo minorias étnicas.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *